Coding Dojo Rio@CEFET O Retorno

sábado, 19 setembro 2009

Marcamos o retorno do Coding Dojo Rio no CEFET escolhendo dentre três problemas:

  • Cheque
  • Catraca
  • Jogo do Chocolate (explica ai Rafael Vieira!)

Como sempre a Carina persuadiu a maioria a votar no problema da Catraca e ainda usando Ruby (Ruby é vermelho e vc ganhará muitos rubis).
batman
Presentes:

Comentários gerais:

🙂

  • Vinda do Bruno e dos amigos do Lucas
  • Liguagem
  • ver como é o Ruby
  • CEFET!
  • Volta do Dojo ao CEFET
  • rSpec
  • Participação do Rafael Vieira
  • Terça-feira
  • Problemas novos

😦

  • Cabo do DataShow (x2)
  • atraso ao começar
  • Terminou com metada das pessoas que começou
  • Perdemos muito tempo
  • Sem comida
  • abandono das pessoas no final (x2)

Voltamos a nos reunir toda terça-feira das 18:30 às 21:30, aproximadamente. Aguardo todos lá.

Anúncios

Coding Dojo Rio #23

sábado, 11 julho 2009

No dia 08/07/2009 tivemos um dojo multi-linguagem.

O problema era implementar uma espécie de compilador que traduzisse código escrito numa linguagem de programação em Português (Python-like) para código Python executável. Escrevemos esse compilador/tradutor em Ruby.

A sintaxe e palavras-chave da linguagem suportam:

imprimir valores na tela: mostra(…) -> print …

atribuição: a = 2

operadores: +, -, *, /

condicional: se [expressão]: … senão … -> if [expressão]: … else …

funções: função abóbora(…): … -> def abobora(…): … Continue lendo »


Coding Dojo Rio #22

sábado, 4 julho 2009

No dia 1 de Julho de 2009 realizamos nosso vigésimo segundo dojo.

Tivemos nossa primeira sessão utilizando Ruby e Test::Unit.

De Dojo #22 no CEFET

Problema:

Um jogador de futebol cometendo faltas e recebendo cartão de acordo com a gravidade da falta. Criamos as seguintes condições:

  • falta leve: sem cartão.
  • falta grave: cartão amarelo.
  • falta gravíssima: cartão vermelho e expulso.
  • falta grave já com cartão amarelo: cartão vermelho e expulso.
  • jogador expulso não pode receber cartão.

Continue lendo »


Coding Dojo Rio #21

quarta-feira, 1 julho 2009

E no dia 17 de Junho tivemos nosso dojo de número 21.

De Dojo #21 no CEFET

Seguimos a idéia do Caike, com um problema que ele já havia brincado (veja o projeto no github do Caike) –  o WOWSpec. Pegamos os testes funcionais em Cucumber (com sua linguagem própria) e implementamos e exploramos novas possibilidades em Python.

Basicamente a idéia é simular o funcionamento de uma personagem de um jogo.

Aliás, este seria o último dojo do Caike, que tá fazendo as malas para trabalhar longe… Continue lendo »


Coding Dojo Rio #20

sexta-feira, 12 junho 2009

É, atingimos a marca dos 20 dojos realizados!

Desta vez, trabalhamos em cima do problema da Agenda de Compromissos, no qual dado duas agendas deveríamos indicar quais os conflitos de compromisso que ocorrem. Por exemplo, dado a agenda do João e a do Pedro, o nosso programa deveria indicar que na segunda-feira o Pedro tem futebol de 20h as 22h, conflitante com o João que joga sinuca com os amigos de 21h as 23h, na terça … etc.

Continue lendo »


Coding Dojo Rio #19

terça-feira, 9 junho 2009

No Dojo de 3 de Junho de 2009, continuamos atacando problemas usando QUnit e JavaScript.

Desta vez, o problema foi criado pelo Israel. Se entendi bem, deveríamos comparar duas mãos de poker e dizer qual foi a vencedora, se é que não deu empate.

Contamos com uma presença da comunidade PHPRio, o Igor Feghali, e com boas discussões sobre os conceitos de orientação a objeto. Apesar de batermos cabeça, conseguimos pensar mais simples e abordar o problema de forma diferente no final.

Presentes:

  • Caike Souza
  • Cláudio Berrondo
  • Flávio Amieiro
  • Israel Teixeira
  • Leandro Thimóteo
  • Rodolfo Carvalho
  • Igor Feghali

Mantendo a tradição do “pós-dojo”, quando saímos para nos confraternizar após o Dojo, fomos para a Parmê da Tijuca. Nem todos encararam o rodízio… mas o papo foi quente, com excelente participação do Caike e do Flávio.


Coding Dojo Rio #18

terça-feira, 9 junho 2009

No dia 27 de Maio de 2009 tivemos uma novidade no Dojo. Usamos JavaScript como a linguagem de programação da noite.

Além disso, também fizemos um problema um pouco fora do comum. Continue lendo »