dojo@Centro 06/04/2016 – Dojomenagem Seu Carlos

Salve Devs,

Já tem muito tempo que não escrevo aqui no grupo, mas acho que eu não poderia deixar passar a oportunidade de registrar o dojo mais importante “na minha opinião” já organizado pela galera do DojoRio.

O Poder da Comunidade

Antes de começar a relatar como foi o Dojo de (06/04/2016), gostaria de destacar o que tem me motivado a fazer parte dessa comunidade.

Festa Framps Record de Público

Para quem não sabe, o DojoRio é uma comunidade que já tem 8 anos de idade e sabemos que esse sucesso se deve ao fato de que os primeiros integrantes sempre deixaram bem claro que todos eram igualmente responsáveis pelo grupo. O DojoRio nunca foi conduzido por apenas um representante e sim por várias pessoas que percebiam a necessidade e tomavam a frente no que sabiam fazer de melhor.

O DojoRio é uma comunidade livre e graças a isso se mantém viva e produzindo frutos. Vários outros grupos saíram de pessoas que se viram inspiradas com a vibe do DojoRio.

Fico feliz de fazer parte de tudo isso.
Quem foi/é [seu] Carlos [1º]?

Bem… Talvez nem todos que lerão este post tiveram a oportunidade de conhecer o Cara que não só motivou muitos a se envolverem com a comunidade de software (eu, por exemplo), mas é reconhecidamente uma das peças chave para que o DojoRio fosse a comunidade que se tornou.

galera
* Para quem não sabe, Carlos Flores é o de Camisa polo azul

Para quem não sabe … Bem no início, quando o DojoRio estava com uma certa dificuldade com os locais que funcionava, o Carlos abriu a porta de sua empresa para que o DojoRio tivesse uma nova sede e de fácil acesso as pessoas. O Dojo funcionou por 2 anos na TecnoCorp.

Infelizmente eu não tive a oportunidade de alguns do Dojo de ter uma amizade fora dos ambientes de evento de tecnologia, mas é impossível não considera-lo um super amigo. Sua paixão por compartilhar conhecimento e fazer amigos gerava um ambiente onde dificilmente os que estavam a sua volta não virassem amigos.

O Carlos Flores se foi, mas seu exemplo de vida seguirá conosco.
Como foi Dojo?
Neste dia, tivemos a oportunidade de resolver, “ou como de costume – apenas tentar resolver” o problema do numero de Erdõs.
dojo

> Definição do problema: Ache o numero de Erdõs de determinado matemático:

Como calcular o número de Erdõs?
1 – Erdős possui o número de Erdős igual a 0
2 – Um matemático M possui esse número igual à soma de 1 com o menor número de Erdős dos matemáticos que escreveram um artigo junto com M

Para maiores detalhes: Número de Erdős
Para os DojoHomeWorkers de Plantão é só acessar o nosso repositório no GitHub do Dojo Centro.
Retrospectiva / Recordações
retrospectiva

 

 

 

 

 

 

 

 

Além da retrospectiva, tivemos a oportunidade de conversar e relembrar o quanto a presença do Carlos fez diferença no grupo.

Repercussão internacional:
Voltando rapidamente para o assunto do “poder da comunidade”. Neste Dojo tivemos a ilustre presença de um Gringo que simplesmente apareceu rs.
Ok … Vou explicar melhor!
tomas
Tomas Latal é um desenvolvedor em Prostějov, Czech Republic, onde também organiza dojos.
Neste mês ele veio conhecer o Rio de Janeiro com sua namorada … E como um bom Nerd Developer, fez uma pesquisa para ver se existia algum grupo no Rio que realizasse encontros parecidos com Dojo… Chuta quem estava no comecinho do resultado de busca? Acertou quem falou o site do dojorio.org. Como a última postagem foi a minha, ele entrou em contato perguntando se teríamos algum encontro no período em que ele estivesse aqui.
Ele não fala português mas esse Dojo foi em python e python é o esperanto da programação. Como o próprio Tomas disse “Taking part in #riodojo is fun. I can understand only the code not the Portuguese everybody is speaking”.
Esse é mais um exemplo de como a comunidade pode alcançar as pessoas.
* Para quem não sabe, Tomas é o de perna cruzada e sandália
Pilotos de plantão:
Juan Lopes
Otavio Cardoso
Flávio Amieiro
Israel Teixeira
Toti Cavalcanti
Jonatas Emidio
Claudio Berrondo
Leandro Thimóteo
Valdeir Santos
Elias Tandel
Henrique Bastos
Euclides da Cunha
Argentino
Tomas Latal
Por fim, não sou escritor e sei que esse post não deve estar muito bem escrito, mas eu precisava relatar como foi esse Dojo e eu tive que expor exatamente o que estava na minha cabeça. Mesmo assim… Esse é um grupo aberto e eu tenho certeza que eu deixei informações importantes de lado… Logo, deixo aberto para todos que são colaboradores do DojoRio de complementar ou até ajustar o que foi postado.
O dojo rola todas as 4º feiras, começando entre 18:30 – 19:00 e se você gostou, é só chegar! Qualquer dúvida, é só mandar email para a lista do dojo google groups, que sempre tem alguém para responder, por isso, venha!
Anúncios

2 Responses to dojo@Centro 06/04/2016 – Dojomenagem Seu Carlos

  1. toticavalcanti disse:

    Seu post além de bem escrito, também foi muito inspirado.
    As atitudes generosas de Carlos continuarão a estimular e inspirar toda a comunidade.
    Vida longa a comunidade DOJORio e todas as outras espalhadas por aí compartilhando e reverberando conhecimento.
    Abs pessoal!
    Valeu Jonatas, abs.

  2. Seu post além de bem escrito, também foi muito inspirado.
    As atitudes generosas de Carlos continuarão a estimular e inspirar toda a comunidade.
    Vida longa a comunidade DOJORio e todas as outras espalhadas por aí compartilhando e reverberando conhecimento.
    Abs pessoal!
    Valeu Jonatas, abs.

%d blogueiros gostam disto: