OpenSpace

segunda-feira, 14 junho 2010

Para não ficar dúvidas.

O que? OpenSpace

Quando? 19/06/2010 de 10:00 às 18:00

Onde? Av. Pasteur, 458, Prédio CCET – Urca – Rio de Janeiro/RJ.

Quanto? De graça, free, 0800, na faixa. Acho que vocês entenderam 🙂

Agora que você sabe o que é OpenSpace, que tal participar? Prepare sua palestra, sprint, hack day etc e compartilhe conosco!

Mais eu ainda não entendi! Então pergunte na nossa lista http://groups.google.com/group/dojo-rio

Anúncios

ForkinRio Python – 13/06/2010

segunda-feira, 14 junho 2010

Galera,

Rolou ontem mais um ForkinRio Python. A ideia foi de fazê-lo majoritariamente remoto, portanto, só estávam presentes de corpo e alma:

Nos encontramos às 10:00 da manhã, entretanto, perdemos muito tempo tentando achar uma maneira alternativa ao dimdim para poder realizar a reunião remotamente. Testamos primeiro uma outra ferramenta online para conferências que o Mário havia pesquisado. A ferramenta é a tokbox. É uma ferramenta online que, para até 20 pessoas na conferência, pode ser usada de graça. Para esse número de pessoas, achamos bastante razoável a usabilidade, o problema é que ela não tinha screen sharing. Depois testamos uma conferência via Skype, mas havia o mesmo problema. No Skype não poderíamos usar câmeras e dividir a tela. Por fim, tivemos a ideia de fazer um screen cast, mas já estava bem tarde e resolvemos começar o trabalho.

Não progredimos muito. Primeiro porque bastante tempo foi gasto para o Diego e eu entendermos o código, já que não havíamos participado dos últimos Forks. Depois, como alguns tinham compromissos mais tarde, não poderiam demorar muito.

O Mário nos explicou as ideias definidas no último de primeiro separar os métodos e depois encapsulá-los em classes. Mas, achamos melhor, antes disso fazer um ajuste fino nos métodos já definidos. Como antes tudo era um código só, ainda havia muito lixo legado em alguns métodos. Além disso, haviam algumas (várias) variáveis e chamadas de métodos que possuíam nomes que não imprimia valor nenhum ao programador que lê. Por último, os arquivos HTML estavam uma zona no que diz respeito a identação. Como todo programador gasta mais tempo lendo código do que escrevendo, nós optamos por tornar o código tanto das interfaces como os de algum métodos mais legível.

O resultado está neste repositório no Github. Aprendemos bastante sobre a maneira que o CherryPy dialoga para montar os fluxos e também o modo que os arquivos de template fazem para acessar variáveis e terem códigos Python dentro deles. Houve uma crítica ferrenha à tal modo e algumas comprações com o modo que o Django e o Web2py dialoga com os templates.

Para o próximo encontro, nos comprometemos em continuar essa refatoração. Pretendemos terminá-la para definirmos quais serão os próximos passos do Fork. Como no próximo domingo teremos jogo do Brasil na Copa do Mundo, o encontro fica para o domingo seguinte. Então, dia 26 de Junho nos encontramos para trocar mais uma bolinha sobre Python.

Até a próxima,

Bernardo Fontes


Primeiro DojoRio@Petrópolis (29/05)

domingo, 13 junho 2010

Um sábado após o PythonCampus em Petrópolis aconteceu o primeiro DojoRio@Petrópolis, o problema resolvido foi o FizzBuzz e depois dele como ainda tinha sobrado tempo tentamos resolver uma contagem regressiva, porém esse último não foi concluído.

Participantes:
César Frias
Luiz Bonsaver
Valdinei dos Santos
Joe Rabelo
Natasha Paiva
Alex Amaral
Bruno Lima
Rafael Santos
Fernanda Fontenelle
Rodrigo Cacilhas
Friedmann Gerber
Guilherme Gualberto

O que foi bom:
Bastante gente participando
A presença de pessoas sem conhecimento em Python

O que podemos melhorar:
Um teclado melhor
A participação de todos os presentes
Desenvolver um software que ao salvar o arquivo ele já rode os testes diretamente
Trazer novos desafios
Levar um lanche

Gostaria de agradecer a coordenação do IST, principalmente a Adriana Racco que ajudou bastante e liberou uma sala para o DojoRio@Petrópolis. Sábado dia 19 tem mais…


DojoRio@Lapa – Xadrez e Openspace

domingo, 13 junho 2010

O nosso encontro do dia 9 de junho de 2010 agradou todas as tribos. Programamos, conversamos, bebemos (para quem bebe) e até fomos chamados de inteligentes :B

Deu também para gravar a chamada para o OpenSpace do dia 19/06/2010 na UNIRio.

O problema:

Dadas as posições das peças em um tabuleiro de xadrez, retornar quais peças estão ameaçando o rei.  Escolhemos como menor passo tratar apenas o peão. E ficamos por ai mesmo.

Participantes:

  1. Raphael de Almeida
  2. Carlos Flores
  3. Israel Teixeira
  4. Vinícius Sales
  5. Lara Mulé
  6. Gustavo Souza
  7. John Cupido
  8. Carlos Carneiro
  9. Oscar Marques
  10. Valéria Parajara
  11. Gustavo Henrique
  12. Claudio Berrondo

🙂

  • Pessoas inteligentes, ou pelo menos pareceu
  • Sala diferente/nova +
  • Estrutura bem maior
  • Ter chegado a tempo
  • Chegamos cedo para fazer carinhas
  • Ruby ++
  • Problema baseado em jogos (xadrez) +
  • Exercício de Modelagem

😦

  • Me deixaram sem jeito
  • Cheguei atrasado +
  • Gostaria de ter visto os comentários finas do problema
  • Estou com problemas com o Ubuntu
  • Espaço muito na “vertical”
  • Pouca gente
  • Berrondo não desapego do código

Sugestões para a próxima sessão:

  • Não interferir na arrumação da sala, o que tirar do lugar, ponha de volta
  • Projetar na parede lateral
  • Providenciar um WiFi

#facts

  • De onde você conheceu o Rodolfo? Sei lá, só sei que ele apareceu.
  • Hoje  (09/06/10) é aniversário do PHP! E….? Vamos comemorar no Pós-Dojo. Agora sim!
  • Minha carinha feliz é a minha carinha feliz.
  • #Comofaz uma tupla em ruby?
  • Tipo um rei
  • Vocês parecem ser inteligentes.
  • A vida não tem edição.
  • O tiozinho “Festa estranha com gente esquisita eu não to legal” falando inglês no meio da rua.
  • O grito da Lara ao ver o tiozinho.
  • Carlos esmolando para sobreviver
  • Bem que o Ernesto podia mudar para o número 42. Mas ele esta no lado impar. É só mudar de lado!
  • A resposta agora é 41.
  • Gauchos de boina.
  • Hoje a mulher misteriosa é a Carina.
  • x4ids é a “Galera da van”.
  • Agora entendi, o videocast é tipo um podcast. Por que será?
  • … então vamos fazer um roteiro para o videocast. Xiii acho que ele está te zoando…
  • “Van” da x4ids com a traseira arriada de tanta gente

Não esqueça de olhar as fotos e o código da nossa sessão.


DojoRio@Niterói – 10/06/2010

sábado, 12 junho 2010

Galera,

Aconteceu nessa última quinta-feira mais uma sessão do DojoRio@Niterói. A sessão foi caracterizada pela heterogeneidade dos participantes. Estavam presentes professores, calouros do Curso de Ciência da Computação, veteranos, mestrandos, profissionais da área de TI, professores, historiadores e até a Luciana Cavalini que atua com o pessoal da Medicina no desenvolvimento do OSHIP.

O problema escolhido foi o do jogo de boliche. Dado uma lista de jogadas compostas por frames das jogadas individuais, tínhamos que retornar o total de pontos. A linguagem utilizada foi Ruby. A entrada foi definida como uma lista de listas e a saída um inteiro que representasse o total da pontuação. O spare era definido por um ‘/’ e o strike por um ‘x’.

O problema caminhou bem, mas o mais interessante foi o fato de o pessoal ter discutido bastante sobre questões sobre a modelagem do problema. Foi bem pensada a maneira de abordar o problema para não cairmos na armadilha clássica na computação de se fazer uma só função que acaba por ter N responsabilidades. Fizemos bastante uso de Orientação à Objetos levando em considerações questões como estado de um objeto e herança. Além disso, rolou uma explicação muito completa sobre o conceito de bloco e o uso dele em Ruby.

Haviam 24 presentes, sendo eles:

A review foi bastante proveitosa e tivemos como pontos positivos:

  • O Dojo continua cheio ++++++++
  • Bastante discussão +++
  • Ter sido em Ruby ++++++++++++
  • Explicação do conceito bloco em Ruby ++++++++
  • Ctrl + Z +++
  • Ambiente físico
  • Calouros participando dos dos Dojos
  • Problema interessante ++
  • Código em inglês
  • Arrumar um estágio pela participação no Dojo
  • Muita gente programou
  • Aprender as regras do boliche
  • Uso de orientação à objetos +
  • Comida +++++++++
  • Coca-cola
  • Refatoração
  • Pessoal que não vinha faz um tempo veio
  • Mas e quando…? Os novos estão começando a saber responder esta pergunta
  • Últimos 4 Dojos = 4 linguagens diferentes = poliglota
  • Aprendizado de convenções e culturas que envolvem a lingaugem
  • Gente nova +
  • 4 C’s (colaborar, compartilhar, comunidade e conhecimento)
  • Aprendizado usando a teoria dos jogos sem perceber
  • Aniversário do Dukão ++++++
  • Pessoal falando mais alto no computador
  • Paticipação da Luciana +
  • Matinhon deu as caras +
  • Mulherada mostrando como se programa
  • O nível da galera
  • Professores presentes +++
  • Informalidade
  • Muitas novidades

Os pontos a serem melhorados foram:

  • Migué do Martinhon +++
  • Bolo para o parabéns
  • Esquema de cores do Gedit
  • Faltou a apresentação inicial do pessoal
  • Abuso de Ctrl + Z
  • Faltou um mouse +
  • Cabeça cheia == código ruim
  • Ter que falar e ouvir as pessoas arrumando as coisas para fechar a sala
  • Computador dos outros dificulta por causa do teclado
  • Acanhamento dos professores +
  • Pessoas indo embora no meio da sessão
  • A entrada não estava clara
  • Ter sido em Ruby
  • Código em inglês
  • As regras do não foram 100% seguidas
  • Atrasos
  • Falatório da platéia +
  • Renata não ter programado ++
  • Ter que aprender a jogar boliche
  • Muito não programaram +
  • Algumas pessoas ficarem de espectadores
  • Ignorância em Ruby
  • Oliver não programou

Ficou como sugestão:

  • Rever o formato do Dojo para torná-lo mais compatível com o número de participantes
  • Definir o problema antes e escrever no quadro
  • Fazer um Dojo em C
  • Fazer um Dojo em PHP
  • Usar um computador mais “default”
  • Continuar fazendo Dojos em Ruby

Esse Dojo se caracterizou por ter sido um dos mais explicativos, digamos assim. Houve muita discussão teórica de boas práticas de programação, o que é essencial para essa garotada nova já começar com o passo certo. Mas, como o Dojo não acaba aí, depois ainda rolou uma MESA GIGANTE na nossa Cantareira que tinha de tudo, desde caipiras até um pessoal nerd programando um programa para sortear os times para um bolão. O fato de eu ter feito o programa (em Python, claro) e o Brasil ter ficado comigo são meras coincidências!

Até a próxima,

Bernardo Fontes


DojoRio@UFF – 08/06/2010

quarta-feira, 9 junho 2010

Galera,

Tivemos nessa última terça-feira – 08/06/2010 – mais um DojoRio@Niterói na UFF. Esse é o famoso Dojo criado pela iniciativa dos calouros e que está crescendo a cada reunião. Ele acontece toda terça-feira, às 11h, na sala 501, bloco E, no Campus da Praia Vermelha da UFF (Campus da Engenharia). A sala fica no final do lance central de escadas, no quarto andar, do bloco E.

O problema escolhido foi semelhante ao que foi feito na Lapa, semana passada. Dada uma matriz e uma posição de entrada nessa matriz, deve ser retornado o caminho percorrido até a última linha ou última coluna, através dos menores números. A linguagem escolhida foi Python, pra alegria de todos! Para ver o código, é só verificar o nosso repositório no Github.

Foram 12 participantes, onde a maioria era calouro:

Como pontos positivos, tivemos:

  • Aprender o que é loop
  • Conhecer a linguagem Python
  • DojoTools é bem prático (2)
  • Problema interessante (5)
  • Sala boa (2)
  • Posição da mesa (4)
  • Python é limpo e eficiente! (3)
  • Refatoração show! (6)
  • No-if
  • Bis (3)
  • Presença da galera (2)
  • Horário (3)
  • Todos participaram com atenção (4)
  • Trabalhar com matriz (antes odiava)
  • Aprendizado fácil e interativo
  • Oportunidade pra ensinar

O que vamos trabalhar pra melhorar:

  • Pessoal confirmar presença na lista (pra motivar outras pessoas)
  • Pessoal buscar e trazer problemas
  • Não se atrasar
  • Trazer mouse (3)
  • Trazer biscoito
  • Pessoal que não veio por não ter aula de manhã

E temos como sugestões:

  • Trazer mouse (2)
  • Ter 5 minutos pra pilotar
  • Delphi
  • Post no blog (essa já está sendo atendida! rs)
  • Ruby
  • Mais  Python
  • C
  • PHP

É muito bom ver essa galera nova procurando evoluir cada vez mais e em um momento tão oportuno como este, sua formação. Semana que vem teremos mais Dojo e contamos com a presença de todos.

Rafael Carvalho


DojoRio@Lapa de Casa Cheia

sexta-feira, 4 junho 2010
Casa Cheia

Casa cheia

É galera o Dojo do dia 02 de junho estava de Casa Cheia.

O problema a ser resolvido era, dada uma matriz de entrada, seria retornado um caminho que percorreria os menores numeros, por exemplo:

Entrada:

_0_ 3
_1_ 2

Saida: [0,1]

No caso de empate, a prioridade seria a do menor número, exemplo:

Entrada:

_0_ 2 4
4 _2_ 3
4 _1_ 2

Saida: [0,2,1]

No caso de um segundo empate, a prioridade seria o mais a direita, por exemplo…

Entrada:

_0_ 2 5
2 _2_ 4
3 3 _1_

Saida: [0,2,1]

A “caminhada” termina quando se chega a um número que se encontra na extremidade direita ou inferior.

O Pos-Dojo foi tão bom que fomos expulsos do Ernesto com as luzes apagas depois de uma da manhã

O HugoLnx estava tão pilhado que no dia seguinte já subiu os código do problema resolvido, ou quase.

Participantes:

  1. Raphael de Almeida
  2. Carlos Flores
  3. Israel Teixeira
  4. Leandro Thimóteo
  5. Vinícius Sales
  6. Marlon Sanchez
  7. Lara Mulé
  8. João Barata
  9. Diego Sorrilha
  10. Gustavo Souza
  11. John Cupido
  12. Carlos Carneiro
  13. Annanda
  14. Anna Cruz
  15. Felipe Mello
  16. Henrique Lopes
  17. Oscar Marques
  18. Luciano Souza
  19. Rafael Carvalho (o cara da agenda)
  20. HugoLnx (menor)
  21. Antonio Sivolella
  22. Pedro Mendes
  23. Rafael Santos
  24. Mulher Misteriosa que não sei o nome

🙂

  • Dojo cheio
  • (Muita) Galera (nova) ++++++
  • DojoTimer
  • Regresso ao Dojo
  • Galera de sempre
  • Rango farto / Comer e beber bastante ++
  • Cheguei e ainda não tinha começado
  • Entendi mais que na semana passada (linguagem, método, comprometimento) +
  • Problema interessante +++
  • Problema focado na modelagem
  • Desenvolvimento Incremental
  • Janaina participou
  • Apresentação
  • Javascript ++++
  • Pessoas
  • Record de presença, 24 pessoas ++
  • Café aparece magicamente
  • Record de presença feminina
  • Consenso na definição do problema
  • Mesa no lugar novo
  • Eu participei mais que da última vez
  • OO
  • Várias dúvidas tiradas
  • Hugo
  • Galera da X4ids
  • Investimos na legibilidade
  • Pedro 2x
  • O “menor” (Hugo) mandando muito bem no JS
  • Diedo 4xids participou
  • Cheguei mais cedo
  • As coisas foram mais explicadas
  • Melhorar a lógica
  • Quase todos participaram
  • Eu fui
  • Parada para explicação
  • Testes
  • Linux
  • Mesmo não sabendo a linguagem é possível participar
  • Distribuição de conhecimento
  • Conhecimento de novas ferramentas

😦

  • Botafogo perdeu
  • Conversa paralela ++++
  • Desrespeitamos muito o vermelho +++
  • Não treinamos a disciplina “silêncio”
  • Objeto
  • Espaço
  • Tempo
  • Mesa
  • Ctrl + Shift + Left
  • Usuário Windows presente
  • Configuração de video 1024 x768 com 60HZ (não esquece!)
  • Falta de cadeiras/ gente em pé +
  • Israel não posta as retrospectivas
  • “Certified” aloprando com o(s) novato(s) +
  • Não explicaram como criar o ambiente de teste +
  • Morango não pareou com ninguém
  • Reclamaram do barulho mesmo quando era para explicar
  • Não conhecer a linguagem
  • Dúvidas iniciais
  • Nada a reclamar
  • Lista de e-mail para contato
  • Nem todos participaram +
  • Apenas uma máquina dispersa um pouco

Quem tiver fotos coloque no grupo. Infelizmente as únicas duas fotos que tirei não ficaram boas 😦