Coding Dojo Rio #16

No dia em que a princesa Belinha assinou a Lei Áurea, 13 de maio, tivemos nosso dojo #16 no CEFET-RJ. Mais uma vez tentando aplicar o SOLID.

Depois de uma repassada rápida pelos princípios sólidos, resolvemos aproveitar o problema que encaramos na PythOnCampus e reescrever o KataPotter usando orientação a objeto.

A percepção geral foi que, apesar de complicada, a solução do problema fluiu muito bem e ainda cedeu espaço para aprendizados novos, como alguns detalhes sobre a modelagem OO e os métodos __mágicos__ de Python. Foi também uma boa oportunidade pra assistir as trapaças pra fazer os testes passarem (hahaha), mas está valendo.

Apesar disso tudo, precisamos resolver algumas questões:

  • falta de guloseimas durante o dojo;
  • conversa durante o vermelho;
  • estouramos o timer algumas vezes;
  • atraso, começamos por volta de 19:30 dessa vez;
  • falta de guloseimas durante o dojo. Realmente precisamos resolver isso! 🙂

Essa reunião foi protagonizada pelo Alex, que foi usado em TODOS os exemplos pra explicar qualquer coisa. Além dele, também estavam presentes o Leandro, começando a se firmar como dojeiro (isso existe?), o Israel (eu) e os veteranos Berrondo e Rodolfo.

Pra terminar, conversamos sobre a PoC da PoR a pedido do Berrondo e falamos sobre empreendedorismo comendo petiscos de frango e queijo.

Acho que é tudo… Como de costume, nossos códigos estão no repositório, acompanhe de lá e apareça na quarta!!

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: