Coding Dojo Rio #10

Também conhecido como “Dojo de 1ᴼ de Abril”, ou “Dojo Festivo com encontro da PythOnRio”, ou ainda “Dojo Chuvoso no CEFET”.

Foi uma noite muito bacana, divertida e hmmm, quem não foi perdeu!

Depois de um pouco de instabilidade para realizarmos o dojo, contamos com a presença de 9 pessoas, boa parte delas iniciantes na arte do dojo 🙂

No fim, ainda teve direito a pizza…

Os presentes:

  • Alex Tercete
  • Angéllica Cardozo
  • Cláudio Berrondo
  • Desireé Santos
  • Diana
  • Flávio Amieiro
  • Israel Teixeira
  • Lucas Teixeira
  • Rodolfo Carvalho

Fizemos o problema dos Construtores de Totens, que já desde o princípio foi meio confuso de entender…, usando Python + gedit + Ubuntu 8.10 Live CD. O código está no nosso repositório.

Ah, começamos a sessão por volta de 19:30, por conta de problemas de “infraestrutura” 🙂

Apesar de boa parte do pessoal ser ‘novato’, achamos melhor não gastar muito tempo falando o que era o dojo, nos focamos no aprendizado através da prática (o que se mostrou uma boa atitude, depois aprovada por todos durante a retrospectiva).

O grupo evoluiu muito bem, melhorando o entendimento do problema e a integração entre todos a cada rodada.

Paramos já por volta de 21:30, num ponto em que vislumbrávamos como prosseguir, porém “está bom por hoje”…

Ao som da forte chuva fizemos nossa retrospectiva, ficando como ponto positivo a “acessibilidade” do CEFET, mais próximo da casa da maioria. Também foi citado o bom número de participantes (eba!), o problema foi interessante, a troca de experiências e o primeiro contato com Python, além de como a abordagem guiada por testes muda a forma com que pensamos e programamos.

Para melhorar, tivemos um pequeno problema com a configuração (ou melhor, desconfiguração) do teclado, demoramos para entender o problema, e alguns ficaram tristes por não poder ir comer PyZza…

Então, terminado o dojo, partimos para um banho de chuva, umas braçadas para atravessar a nado algumas ruas da Tijuca, e enfim chegarmos a Parmê. Passamos mais umas duas horas juntos, agora Alex, Angellica, Cláudio, Lucas e Rodolfo (eu!) saboreando PyZzas, contando piadas e histórias em geral, falando mal das linguagens dos outros, etc etc…

Meia noite, hora de voltar para casa, e como disse, foi uma noite super divertida. Semana que vem tem mais 🙂

Ah, fiquem a vontade para adicionar detalhes que fugiram de minha mente, deixem a opinião de vocês!

Anúncios

9 Responses to Coding Dojo Rio #10

  1. Rodolfo disse:

    Gabriel, basta ir a um de nossos encontros, veja onde:
    https://dojorio.wordpress.com/onde/

    Sugiro também participar do nosso grupo de emails:
    http://groups.google.com.br/group/dojo-rio

    Você não precisa saber Python para participar. Em geral, procuramos e gostamos de usar diversas linguagens, e somos sempre receptivos!

  2. Gabriel Cardelli disse:

    Queria participar mais não programo em python como faço para participar? aprender python não irá ser difícil

  3. Diogo disse:

    Também conheço metade do povo do Dojo…Vai ter essa quarta agora? Se for no CEFET até apareço 🙂

  4. Elia disse:

    Sigo uma boa parte desse pessoal aí no twitter!

    Tenho vontade de aparecer, mas a vergonha e a falta de tempo ainda atrapalham.

    Abs!

  5. Angéllica disse:

    Rs, PyZza foi ótimo.

    Nossa! O Dojo foi realmente excelente! Parabéns para todos nós!

  6. Lucas disse:

    🙂 gostei desse dojo também

%d blogueiros gostam disto: